love tales

Ninguém sai ileso do amor.

4 Junho, 2020

São necessários apenas segundos para destruir alguém e os seus sonhos. São necessárias poucas palavras apenas para esmagar um coração acelerado, que a pouco e pouco, vai deixando de bater e acaba por sufocar. É necessário muito pouco para fazer o mundo de alguém cair, se desfazer em cinzas aos nossos pés. Mas é necessário fazer muito para manter uma chama acesa, um amor quente, sonhos de pé, apesar de todos os obstáculos.

É preciso muito para amar. Exige-nos coragem, vontade. Exige-nos a nossa própria alma, o nosso próprio coração. É tão simples destruir. Tão fácil. É tão difícil construir, manter, desculpar, permanecer.

As melhores coisas da vida exigem coragem e empenho. Exigem quedas inevitáveis, sofrimento e até desculpas que evitamos a todo o custo.

É difícil despir a alma, sentir tudo, sentir o peito enchendo e pesando cada vez mais, o sufoco das despedidas, o amargo sabor das discussões e o doce sabor das reconciliações.

Na vida tudo exige esforço e no amor não é diferente. No amor ainda exige mais esforço, mais paciência, mais dedicação. É por isso que nem todos sabem amar e nem todos foram feitos para isso.

Para amar, muitas vezes, é necessário uma vida inteira de tentativas e falhas, de demonstrações, de afeto, de tolerância. O amor demora a ser construído e é tão facilmente destruído.

O amor é delicado e frágil, como um copo de vidro. Se vacilarmos, ele cai e quebra-se. Jamais ficará igual. Jamais conseguiremos a mesma peça, o mesmo amor sem a mágoa. Nem todos sabem amar por isso mesmo, porque querem as coisas e as pessoas agora, neste momento, em segundos, não querem esperar, demonstrar por muito tempo, porque é complicado, demorado. E tudo o que demora, nem sempre é visto de bom agrado para quem nunca amou, para quem não tem coragem de ser mais ou de fazer mais por alguém.

Para amarmos, temos de ter a noção dos sacrifícios que teremos de ter, da tolerância, da paciência. Para amarmos teremos de ter consciência de que o nosso coração poderá não ficar intacto como atualmente está, poderá vir a ter feridas e cicatrizes. Ninguém sai ileso do amor. Ninguém sai ileso de alguém. Todos nós um dia vamos errar e magoar. Todos nós deixamos marcas nos corações e nas vidas das pessoas. Se duram por muito ou por pouco tempo, jamais saberemos, mas sabemos o quanto queremos permanecer para sempre com quem mais amamos.

Os danos são inevitáveis, fazem parte do crescimento e da aprendizagem, e como tal, demorará. A melhor parte? O amor é capaz de durar por uma eternidade, mas nos tomará por toda uma vida, mantendo o mesmo esforço e dedicação. Não é impossível, apenas exige mais do que qualquer outra coisa. Exige querer mais, querer ter um coração fora do peito, com a sua própria história, o seu próprio sofrimento e sentimento. Coragem.

Poderão haver amores temporários, mas que jamais nos irão sair do peito. Todavia, haverá um amor distinto, aquele que irá superar todos os outros e que permanecerá para sempre em nós e ao nosso lado. Será difícil de manter, claro está, mas há uma vida inteira pela frente. Coragem. O amor vale a pena ser vivido.

Share Button
  • Avatar
    Reply
    Andreia Morais
    4 Junho, 2020 at 15:27

    Tudo o que envolva sentimentos é mais delicado, porque as fronteiras não assim tão claras. Tem que haver compromisso, empenho, cuidado, mas, por vezes, sem que seja essa a intenção, acabamos por magoar o outro. O importante é sabermos reconhecer esse erro, corrigindo-o e não voltando a repetir.
    A forma como terminas o texto diz tudo. É mesmo isso!

    • Carolina
      Reply
      Carolina
      24 Junho, 2020 at 21:12

      O amor vale sempre a pena por isso há que tentar sempre, ainda que possamos sentir alguns danos pelo caminho. 🙂

Deixa o teu comentário