pessoal

Temos pressa de fazer acontecer

17 Janeiro, 2020

Sempre tive pressa de crescer, de ser mais, de ter mais. Sempre tive pressa de amar de mais, sempre tive pressa de ter tudo ao mesmo tempo. De fazer tudo ao mesmo tempo.

Não fazia o momento valer a pena e pensava somente nos próximos momentos. No fundo, vivia para o futuro, esquecendo-me do tão importante presente, aquele que definirá, definitivamente, o próximo estágio. Sem fazermos bem o presente, o futuro que almejamos não acontecerá.

Temos pressa de fazer acontecer, de fazer as coisas darem certo logo à primeira tentativa, de encontrar a pessoa ideal/o amor da nossa vida, logo com a primeira pessoa para quem abrimos o nosso coração. Nem tudo na vida acontece à primeira tentativa. Inevitavelmente, existirão várias tentativas até ao sucesso, até ao amor para toda a vida.

Há todo um processo e percurso a (de)correr em cada coisa que desejamos obter. Não devemos atropelar os momentos que o antecedem. Ou o durante. Temos de saber ter paciência e esperar. Saber aproveitar o agora e não o depois. O depois há-de vir, o agora não voltará mais e pertencerá ao passado para sempre.

O desfecho das coisas é sempre o mesmo. Os erros cometidos são quase sempre os mesmos. Os atropelamentos são um deles. Deixemos de antecipar tudo, de querer sentir o depois, já. O hoje passa para amanhã e o amanhã revela-se distante do que era suposto ser o futuro. E assim sucessivamente.

Andamos sempre em ciclos. De coisas boas, de coisas más. Dentro desses mesmos ciclos existem as fases. Somos feito a lua. Feita de fases e de ciclos. E os ciclos repetem-se. Quer sejam positivos ou negativos.

Faremos o momento valer a pena. Porque não investir no presente? Porque não tentar que o presente seja melhor do que o passado? O passado é inalterável, já o presente estamos a escrevê-lo neste preciso momento. Basta sabermos escrevê-lo da melhor forma.

Temos de começar a aceitar o tempo de duração das coisas, a deixar de querer mais a todo o momento, de querer sufocar o outro, de nos sufocar. De andar depressa para chegarmos mais cedo ou mais rápido.

Deixemos de deixar em branco a página do hoje para focar-nos no amanhã. Se hoje não existisse nem importasse, também não existiria passado nem futuro. Por isso, dependem umas das outras para se manterem vivas. Não podemos fingir que não as vemos, só porque não nos apetece escrever ou viver atualmente.

Só teremos sucesso no futuro se trabalharmos agora. Só teremos um amor demorado se formos capazes de alimentá-lo sempre da mesma forma, diariamente. Hoje é o pedido do que amanhã poderemos ter. Sem pedido, não teremos nada.

Quem muito tem pressa de ter tudo, acaba sem nada. Quem tem pressa de viver tudo, acaba por não viver. Não se deixem aprisionar pela pressa, nem pelo tempo das coisas, senão impossibilitam-se de viver as melhores experiências da vossa vida e as melhores pessoas.

Share Button
  • Avatar
    Reply
    Andreia Morais
    17 Janeiro, 2020 at 19:05

    Temos que aprender a desfrutar dos nossos passos. Por mais que, por vezes, até seja bom termos pressa, perdemos muita coisa se vivermos sempre assim

    • Carolina
      Reply
      Carolina
      19 Janeiro, 2020 at 11:47

      Exatamente. Ter pressa de tudo às vezes faz com que não façamos nada.

Deixa o teu comentário