love tales

Os destinos da nossa vida.

2 Julho, 2020

O mundo à minha volta se altera, à medida que me vou afastando do caos que fui e me aproximo do que ainda não sei. Seguir já é destino, ainda que não se saiba o caminho até lá ou até o que é de facto, o nosso ponto de chegada.

O nosso ponto de partida se altera tantas vezes, que numa semana poderíamos ter sido mil pessoas diferentes, com mil destinos diferentes, e os nossos pontos de partida sempre se alterando e distanciando. Não temos como saber de onde iremos partir. Não sabemos quando iremos chegar ao local onde somos esperados. Mas sabemos que um dia, lá iremos chegar, porque nos esperam e porque somos precisos lá.

Tantos são os pensamentos de revolta e de mágoa que se rodopiam sobre mim mesma, à medida que a paisagem se vai alterando, que a noite vai chegando, que o carro vai seguindo viagem. Tantas são as dúvidas quanto ao que deveremos ser no próximo minuto, no próximo ano ou até dentro de cinco anos. Tantas são as questões que ficam sem se pronunciar, mas que se manifestam constantemente, na nossa mente, sem que uma resposta plausível surja. Tudo rapidamente se torna num mistério, num puzzle de 1000 peças por resolver, num labirinto de falsas esperanças e de escolhas erradas. Só que a vida nos faz decidir sempre, que pessoa seguir, que rota se aventurar e nem sempre ir com a maré nos fará chegar a algum lado.

Hoje não sei para onde vou, onde quero chegar, o que sou. Sei o que fui, o que já vivi e o que fiz até aqui chegar. Cheguei até aqui, com muito a temer e com poucas informações a reter. A vida não nos brinda com livro de instruções, e todos nós, percebemos que cada ato nos leva ao passo seguinte e que cada decisão tomada, carece de uma rota sem alternativa. Atos têm consequências e nem sempre estaremos preparados para os “senãos” que as atitudes têm.

Com o tempo, aprendemos a ponderar mais, a decidir com mais precisão e medindo o risco de cada passo. Passos em falso já não são dados. Contudo, nem tudo se rege por uma lei ou por um único caminho. Uma rota tem variados destinos e carecem de estados de espírito e de maturidades diferentes.

Hoje decidi esperar por chegar, a algum lugar, sem nada a temer, a não ser as luzes que passam rápido demais pela minha vista turva e ofuscada. Um dia temos poder e no outro somos submetidos à pior encruzilhada da nossa vida.

Para sempre haverá um destino, várias rotas e várias atitudes até lá chegar. Nem sempre a estrada será uniforme, por vezes será conturbada, com descidas e subidas íngremes. Resta mantermos a força necessária para subir ou descer, a escada que escolhermos. A vida é mesmo assim, de subidas e descidas e quem não a quer viver, fica apenas a ver.

Share Button
  • Avatar
    Reply
    Andreia Morais
    2 Julho, 2020 at 18:36

    O lado imprevisível da vida pode assustar, mas também bastante entusiasmante, por tudo o que nos ensina, pelas rotas que nos coloca no destino, pelas conquistas que se acrescentam na nossa bagagem!
    Só temos de continuar

    • Carolina
      Reply
      Carolina
      10 Julho, 2020 at 16:03

      Exato. O que é imprevisível consegue sempre marcar-nos mais. Ora nem mais, continuar porque temos muito que caminhar ainda.

Deixa o teu comentário