Viajar sem bilhete de regresso

Há uns meses que sigo a Teresa, uma jovem portuguesa que nos encanta com fotos que partilha no seu Instagram, dos lugares por onde passa. A leveza em cada foto, a forma simples de viver e a felicidade são inacreditáveis. Olho para cada partilha e sinto uma paz interior que quase nunca sinto. É surreal.

Já pensaram em viajar somente com bilhete de Ida?

Cada vez mais, penso em poupar dinheiro para poder ir viajar a lugares que despertam-me curiosidade. Já não é novidade que as paisagens, o céu e o mar fazem-me sentir em paz e libertam o melhor de mim. E queria ver exatamente isso e muito mais nesses lugares. Queria explorar cada pedaço, encontrar um encanto num recanto, conviver com pessoas de vivências diferentes da minha, aprender em cada lugar, algo novo e acima de tudo sentir essa paz interior que há muito busco.

A ideia para algumas pessoas é absurda. Viajar sem bilhete de regresso parece ser decisão de um demente ou de alguém irracional mas não é. Acreditem que não. Sou nova, é verdade mas já vivi coisas que pessoas da minha idade, nem metade viveram. Hoje sei que há muito mais para além desta ilha onde moro. Há muito mais do que o Canadá, a América, Portugal Continental… A Tailândia por exemplo, é um estado cheio de paisagens, monumentos e vivências. É de facto, uma das primeiras viagens que faria caso fosse sem regresso.

Tailândia

Não quer dizer que não voltasse aos Açores. É claro que voltaria às minhas origens, porém o facto de voltar com outra percepção da vida, das vivências, da paz e até voltar leve, era algo que sei que faria-me imenso bem. É necessário viver, agradecer por estar vivo e viajar faz-nos bem à alma. Ao ter essa vontade, faz com que pensem que quero deixar tudo para trás? É possível. Principalmente, pois o Tiago é mais agarrado a rotinas, ao ir e voltar. Até podia ir numa aventura até à Tailândia e depois querer voltar. Não é isso que pretendo. Daí várias pessoas poderiam comentar a minha decisão. E infelizmente, ele teria de cá ficar, sem mim por perto. Isso não significa que não gosto dele, ou que não quero saber. Isto significa que eu necessito de um tempo de paz, um retiro, por assim dizer. E mesmo sabendo que lhe custará imenso, é algo que estou seriamente a ponderar. E os filhos Carolina? Não é um sonho teu? Esse sonho não é um impedimento. É um sonho a longo prazo que posso concretiza-lo quando quiser (isto é, caso o Tiago ainda seja fértil quando eu quiser e se ainda estivermos juntos 😂). Esse sonho não me impede de viajar e conhecer novos lugares, até porque nem tenho 20 anos ainda. Há que ter calma.

Cuba

Acho que essa espécie de “retiro” só faz bem. Faz-nos ver a vida com outros olhos. E sei bem que na maioria das vezes, é necessário trabalhar em alguns lugares que ficamos para assim continuarmos a viajar. E não há mal nenhum nisso. E voltaria caso sentisse que deveria voltar. Ou simplesmente, regressar para poder estar junto de quem mais gosto. Não posso simplesmente ficar 1 ano fora, não é mesmo? 🙁

Austrália

As fotos que vejo quando pesquiso pelos países transmitem uma paz enorme. Sinto-a, simplesmente ao olhar para uma foto, imaginem no local mesmo.

Algo que talvez impossibilita-me um pouco de ir, nem é o dinheiro, mas sim quem irá comigo. Isto de avançar num projeto com esta magnitude,  sozinha não é assim tão fácil. Ir com alguém dá-nos sempre aquela segurança, sabem? Temos alguém com quem dividir as aventuras, para nos tirar aquelas fotos bombásticas e claro, um confidente em toda a viagem. Para primeira viagem, sinto que devemos fazê-la com alguém . Contudo, quem irá querer partir nessa viagem sem regresso? Esta é aquela parte onde a maioria de vocês pensam “quem é tão maluca quanto tu!”. 😅 Só espero que haja malucas ou malucos por aí, que queiram. 😂 [Vou tentar convencer uns amigos, quem sabe aceitam?]

Los Angeles

E vocês, já pensaram alguma vez em viajar sem bilhete de regresso? Conseguiriam fazê-lo? 

Share Button
  1. Cassy Frost says: Responder

    Bem… sem regresso não. Aquilo a que muitas vezes queremos fugir segue-nos como se fosse a nossa sombra… No entanto, confesso que adoraria ir à Holanda (só para ver aqueles campos a perder de vista de flores…). Poder correr no meio de toda aquela cor e respirar aquele ar… Sonhos…

    Adorei o post, como sempre. Abraços 💙😄

    1. Não vou sem regresso porque tenho algo a fugir cá. 😂 Isso eu sei. Os problemas seguem-nós para qualquer lado que vás. Holanda é simplesmente incrível! 😍 Beijinhos 😘😘

  2. Talita Paschoal says: Responder

    Eu bem que gostava de saber o porquê de fotos de lugares assim nos trazer uma paz imensa. *carinha pensativa*
    Eu por vezes fico a imaginar viajar sem não mais voltar, afinal o lugar em que vivi me traz mais lembranças ruins do que boas. Enfim, acho que falo parte da trupe de malucos ahahah
    As fotografias são mesmo maravilhosas. (:
    Beijinhos! ❤

    1. Eu adorava dar uma viagem grande e voltar só quando sentisse que deveria voltar. Se viajares tens de passar por aqui. 😍 Beijinhos 😘

      1. Talita Paschoal says: Responder

        Obviamente que passarei por aí. 😍

        1. Espero mesmo que sim! 😍

  3. Já pensei várias vezes nisso. E era algo que adorava fazer. Sei que, neste momento, não tenho estabilidade financeira para me mandar de cabeça numa aventura destas, mas, um dia, porque não? Mas também gostava de ir acompanhada, porque é assim que me faz sentido. Ter alguém ao lado, a dividir esses momentos, acho que é extremamente enriquecedor. Sei que há pessoas que se sentem mais plenas ao viajarem sozinhas e acredito que também seja gratificante, mas conhecendo-me como me conheço não serviria para ir sozinha :p

    r: Inicialmente, senti que ele devia continuar, porque acredito plenamente que ele esteja de consciência tranquila. Mas assim que li a frase em que ele refere que tudo isto já ultrapassou a música, percebi que foi o melhor que ele fez. Porque, de facto, esta polémica tomou proporções ridículas.

    A sério? Deve ter sido uma experiência incrível! Sem dúvida, é uma história intensa, mas torna-se comovente porque ela nunca desistiu, nem perdeu o foco do que é mais importante

    Muito, muito obrigada *.*

    Beijinho grande*

    1. Eu também sinto que se for sozinha não aproveitarei tanto. Há que ter sempre alguém com quem conversar. Eu também ainda não tenho estabilidade financeira por isso tenho de sonhar um bocadinho até lá. 😂

      Foi uma boa experiência mas fez-me reviver algumas histórias que por lá aconteceram de forma um tanto traumática.

      Beijinho 😘

  4. r: Espero que sim *.*
    Aproxima-se dia de festa, então. Que maravilha 😀

    Obrigada e igualmente, minha querida

    1. Sim e não. 😂 Não gosto muito de festas. Os aniversários para mim sempre são traumatizastes e dias horríveis. Beijinhos 😘

  5. Viajar sim, mas minimamente planeado! Não seria capaz de ir sem regresso ahah Um beijinho*

    1. Ahahah. Faz confusão a algumas pessoas. Beijinhos 😘

  6. SabrinaGSoares says: Responder

    Ahh, eu adoraria viajar sem uma data exata de regresso!
    Claro, eu voltaria pelos que amo, mas adoraria ficar um bom tempo fora, vendo paisagens que só observei em fotos, falando com pessoas de culturas e costumes diferentes, experimentando e vendo coisas diferentes! Se quiser uma acompanhante, eu vou na boa! Só falta a grana pra mim ahsdhaush
    Mas entendo o que quer dizer. Ficar um tempo em lugares assim, refletindo ou simplesmente aproveitando o tempo e descansando parece uma ideia ótima, adoraria fazer isso um dia!

    1. Aii, sério? Eu também preciso ajuntar dinheiro para isso (risos). É de facto, muito bom. Assim voltamos com energias renovadas. Beijinhos 😘

  7. Aiiii! Este post é para mim! Adorava viajar sem bilhete de regresso! Confesso que sou um bocadinho control freak e, por isso, só era capaz de o fazer com uma pessoa que conhecesse minimamente os lugares, mas ia sem pensar duas vezes!

    1. Eu também adorava ir com alguém que conhecesse ou pelo menos, tivesse ideia de que sítios ir. Deve ser muito bom viajar sem bilhete de regresso. Beijinhos 😘

  8. r: É mesmo 🙂

    Beijinhos <3

  9. Obrigado, meu bem 😀
    Então quando terminar, compra-o :p Acho que te vais dar muito bem com ele!

    Creio que não seria capaz :p Só se fosse muito desapegado às minhas coisas. Assusta-me muito o ir e não voltar!

    1. Vou tentar comprar. 🙂

      É uma ideia que a maioria não consegue seguir ou concretizar devido mesmo ao não ter bilhete de regresso confirmado e agendado. Beijinhos 😘

  10. Deve ser uma experiência brutal. Adorava visitar NY, tenho imensa curiosidade =)
    Dos sítios mencionados, gostava de ir à Austrália.
    Beijinhos!

    1. De facto deve ser. NY é mesmo incrível. Adorava ir lá também. Beijinhos 😘

  11. Adoraria uma experiência dessas, confesso. Não sei se conheces a Neuza Mariano, mas ela mudou-se para a Tailândia e tem sido incrível acompanhá-la. Acho que ias gostar!

    1. Não conhecia mas ao pesquisar e ver o blog dela achei muito interessante. Beijinhos 😘

  12. Quem me dera ter essa liberdade (e dinheiro para tal principalmente). Apesar de um dos meus maiores sonhos ser ter uma vida estável e uma família amava pegar e viajar por onde bem quisesse durante uns meses, meio ano sei lá! Tenho um amigo que vai arranjando trabalho “sazonal” e bem pago em sítios diferentes do mundo e vai viajando, não sei se conseguia fazer o mesmo mas amava ter essa experiência! 😍

    joanalino.com

    1. Há pessoas que conseguem. Há países que pagam bem melhor que Portugal. Se conseguisse viajar durante meio ano já ficaria muito agradecida. 😍😍 beijinhos

  13. Penso imensas vezes em viajar sem bilhete de regresso, mas o problema acaba por ser o dinheirinho ahaha Eu por mim gostava imenso de conhecer os países nórdicos é um grande sonho que tenho desde pequena. Quem sabe se um dia não fazemos uma viagem juntas ahaha

    Beijinhos

    1. O dinheiro infelizmente não dura para sempre. Mas há maneiras de meio que fazer ele durar. É preciso alguma disciplina e trabalhar nesses países. Beijinhos 😉

  14. Adorava sair sem bilhete de vinda… sem um roteiro definido só sair e deixar viver…
    Beijinhos

    1. Era ótimo podermos todos fazer isso. Deve ser mesmo libertador. Beijinhos 😊

  15. Tinha tantos destinos que adorava fazer isso!
    Sonhar não custa, não é verdade? E faz muito bem podermos sonhar, significa que estamos vivos por dentro e por fora.

    Beijinho

    1. Exato. Não podia estar mais de acordo. Beijinhos 😚

  16. Eu penso que este e o desejo de todos viajar e sempre viajar sem pensar em voltar..
    Ótimo post..gostei …
    http://robsondemorais.blogspot.com.br

    1. É mesmo. Obrigada 😚

  17. Também já dei por mim a imaginar como seria a minha vida se não tivesse o meu namorado, a minha casa e a minha cadelinha (que já faz parte da família). Talvez já tivesse “dado à sola” e experimentado outras culturas, o meu instagram estaria cheio de fotografias lindas de outros países e teria amigos espalhados por todo o mundo. Mas por enquanto limito-me a sonhar a ler textos como o teu, cheio de esperança! E já agora, boa sorte a encontrar um amigo que te acompanhe nessa viagem ^^,

    1. Não sou assim tão agarrada às coisas. Aprendi isso ao longo do tempo. E ainda bem. Eu espero conseguir arranjar alguém para ir comigo (risos). Beijinhos 😻

  18. Não era capaz! Ando cheia de vontade de viajar (ando sempre) mas era incapaz de não comprar o bilhete 😛

    http://www.photographandread.wordpress.com

    1. Entendo. É um pouco arriscado talvez (?). Beijinhos 😘

Deixe uma resposta