Saber colocar um fim, no que não tem mais volta

Insisti por muito tempo em nós. Quis que fosse mais do que era. Quis que não passasse apenas de uma fase menos boa. Quis apagar todos os erros que cometemos, todas as palavras horrendas que dissemos e este último ano da nossa relação. Não consegui. Era de esperar, não é? Ainda que discutíssemos e estivéssemos zangados, muitas das coisas que dissemos eram verdade e nós sabíamos o porquê de as dizermos. Era com o intuito de mostrar que não tinha volta, que ao fim de anos estamos a odiar-nos mais e mais, a cada dia, de magoar-nos. Gritamos mesmo que deveríamos seguir cada um com a sua vida. E porque não o conseguimos fazer até então? Talvez é porque não imaginamos já o que é começar de novo; numa nova casa, vazia e sem memórias, sem gargalhadas, sem o outro à nossa espera de madrugada; não ter aquele ombro amigo para deitar e desabafar sobre tudo e sobre nada; por termos amigos em comum e sairmos sempre só nós os dois.

Todas essas desculpas – sim, porque não passam disso e sabemos bem –, estão apenas a impedir-nos de colocar um fim nisto, o fim necessário para acabar com a dor, com o desagrado, com a infelicidade. Andamos a evitar o inevitável. Porquê? Já nada nos faz querer continuar a insistir. Às vezes, desistir é a nossa única opção, a opção mais acertada. E neste caso, é a melhor coisa a fazer-se.

Há que saber colocar um fim, no que não tem mais volta e neste caso serei eu, novamente, a primeira a admitir isto. Serei a que irá arrumar as suas malas e sair de casa. Algum tem de ter coragem, não é? E sendo que insisti mais do que tu, acho de todo justo, ser a primeira (última) a desistir. Não há nada que me impeça já, de ir e não voltar.

Havemos de encontrar uma nova forma de reconfortar-nos depois de um dia mau, saber viver sozinhos, aproveitar o tempo a sós e continuar a lutar por aquilo que amamos e sabemos que vale a pena. Neste caso, o pouco amor que ainda sinto por ti, não vale de todo o meu esforço. Já valeu. Já acabou. Fim.

Share Button
  1. Insistir em algo que já terminou, que já não nos faz sentido, não é benéfico. E pode, eventualmente, corromper o respeito e os traços bonitos que ficam, apesar de tudo. Por mais que doa, é preciso colocar esse ponto final

    r: Pode ser que, mais tarde, volte a esta história 🙂
    Fico sem palavras ao ler isso, minha querida. Muito, muito obrigada, mesmo <3

    1. Começamos a deixar de ter respeito pelas pessoas, e as memórias boas que temos com elas, substituímos pelas más. Acima de tudo, deveríamos ter alguma coisa boa da pessoa em questão, independentemente de como terminou.

      Era magnífico se voltasses ou fizesses outra. Beijinho 😘

  2. Às vezes apenas não é para ser.
    Força!
    https://the-choice-26.blogspot.com

    1. Ora nem mais. Beijinho 😘

  3. Como entendo as tuas palavras, mas às vezes é tão difícil perceber o momento..

    1. Infelizmente, mas depois de alguns erros começamos a saber analisar este tipo de situações mais rápido. Beijinho 😘

  4. r: Muito obrigada *-*
    Isso, vai em frente, acho que esse contacto com o mar tranquiliza imenso

    Beijinho grande, minha querida <3

    1. Espero conseguir. Beijinho 😘

  5. Insistir em algo que foi já atribulado por vezes não vale a pena, pois da próxima acaba sempre por ser pior

    Obrigada pelo teu comentário querida!
    Rêtro Vintage Maggie | Facebook | Instagram

    1. Ora nem mais. Beijinhos 😘

  6. Ahahah acreditas que eu adoro tudo menos usar sweats?! Ahahah então se tiverem carapuço pior ainda 😛 Não gosto mesmo!
    Obrigado, meu bem 😀

    Às vezes é preciso colocar mesmo uma pedra e tomar uma decisão mais rija por muito que custe. Temos de ser nós a perceber qual o melhor momento…. e, neste caso, talvez seja agora 🙂

    NEW BRANDING POST | DECADES: CELEBRATION OF THE 60 YEARS OF HUSH PUPPIES.
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me 😀

    1. Oh não sabia 😱

      Totalmente. Por mais que custe, muitas vezes é o melhor que temos a fazer, por nós mesmos.

Deixe uma resposta