Perder peso não cura o que vês

Ano Novo, Vida Nova, não é mesmo? Em todas as metas, de todos os anos, podemos sempre contar com “Perca de peso” para então ganhar autoestima. E é sobre perder peso e a autoestima que vos venho falar e até refletir.

Perder peso não vai curar a forma negativa como te vês!

O maior erro é acreditar que ao perdermos peso nos vamos amar e aceitar como verdadeiramente somos. A forma como encaramos o espelho não mudará porque temos uns quilos a menos. Há quem perca peso e continue a odiar-se. Porquê? Simplesmente, porque devemos amar-nos para além do nosso corpo, para além de um espelho ou de um peso na balança. Ao perdermos peso não mudamos a nossa forma de pensar ou de nos observar, só por causa disso. Assim do nada. Existe um grande processo até à aceitação própria, psicológica e física.

Muito antes de dietas (se não sabem, vos refiro agora, que odeio dietas pois elas são sempre por um curto prazo. Prefiro reeducação alimentar pois assim mudamos nossos hábitos alimentares e futuramente conseguimos refletir sobre o que nos faz bem, o que é saudável e o que não é), devemos aceitar-nos, com todas as imperfeições físicas e todos os defeitos, medos e mágoas. Quando finalmente te aceitares, mesmo com o corpo que tens, verás que aquele número na balança até não te incomoda tanto. As estrias aparentes no teu corpo, já não te incomodam. Contudo, pode haver algo que te incomode, e por isso sim, deves lutar por perder peso, recorrendo a uma alimentação saudável: a tua saúde.

Eu sei bem o quanto custa aceitar algo no espelho. Eu tive várias guerras com aquele pedaço de vidro, em que na maioria das vezes, perdi. Eu senti-me em baixo, odiei-me, odiei cada pedaço de pele no meu corpo, porém, quando eu vi o quanto valia, o quão importante eu era e o quanto as pessoas gostavam de mim pela minha personalidade, eu abandonei essa batalha com o espelho. Olhei, semi-nua no espelho, observei as estrias roxas e as brancas, vi a gordura que tinha nas costas, as costas mais largas, o rosto mais cheio, e me aceitei. Sorri no espelho e disse “eu sou assim, eu sou linda dessa forma! Eu valho muito, eu sou mais que suficiente e eu amo-me“.

Não vai ser fácil. Ninguém disse que o seria. Eu própria levei uns valentes anos a entender, concretamente, 17 anos. Porém, eu entendi o meu corpo, a minha genética, e percebi que números são apenas números.

Este ano, comecei a fazer reeducação alimentar, não para me sentir bonita (pois já o sou!), não para me olhar no espelho e gostar do que vejo (pois gosto do que vejo) mas sim para melhorar a minha saúde. A perca de peso, não deve ser para te sentires bonita, mas sim para cuidares da tua saúde. Tens de te sentir bonita e bem com o teu corpo, muito antes de perderes peso. 

Outra coisa que preciso referir é que a beleza não é tudo na vida. E um número de calças também não. Não é por teres quilos a mais, que ninguém te vai amar, que ninguém te vai dar valor. Tu já tens valor, há quem te ama, há quem te ache perfeita do jeitinho que és, e a única pessoa que não viu isso ainda, és TU.

A perca de peso curará algumas doenças que possas ter mas nunca irá curar a forma como te vês. Isso, tens de ser tu a mudar, sem ajuda da alimentação ou de ginásio. Lembra-te que és um ser humano maravilhoso e não é um mero número que mudará isso. 

Share Button
  1. Sem dúvida, Carolina. 100% de acordo.
    1 beijinho. Já ganhaste uma seguidora 🙂
    Maria
    https://mariaguimaraesblog.wordpress.com/
    Healthy Lifestyle, Wellness & Fitness

    1. Obrigada querida! ❤️ Beijinhos

  2. Enquanto não resolvermos os nossos fantasmas, nem nos aceitarmos e amarmos por aquilo que somos, todas as mudanças serão insuficientes. Nós somos mais do que o nosso peso, mas só compreenderemos isso quando olharmos para o espelho e reconhecermos isso verdadeiramente.
    Concordo totalmente contigo!

    r: Muito obrigada, é gratificante ler isso *.*
    Consegui encontrá-lo a um preço incrível na Porto Book Stock Fair (5€), porque em sites como a Wook está a 40€ 😮

    1. Infelizmente até conseguimos dar-nos bem com o espelho passam meses e até anos. Mas temos de começar aos poucos. Se eu consegui todas nós conseguimos. Basta querermos. E não é o peso que vai mudar a forma como nos vemos no espelho. Obrigada! ❤️

      Wow! É bem caro! Nunca pensei que um livro valesse isso! Beijinhos ❤️

  3. Talita Paschoal says: Responder

    Pois, muitas vezes também travei uma batalha com aquele pedaço de vidro maldito na época das batalhas e bendito agora que sou feliz com a minha propria fisionomia!
    Como disseste “ano novo, vida nova”, temos mesmo de pensar assim!
    Minhas brigas com o espelho se davam pela anorexia e bulimia nervosa. Consegues perceber a treta que era?! Pois! Agora junta isso a um “progenitor” que somente me falava barbáries com relação ao meu corpo, a treta, garanto-te, que ficava ainda pior. E mais uns outros multifatores!
    Para ser exacta, foram 8 anos e mais um pouco lutando contra estas doenças! Agora, eu consigo olhar para o meu corpo e perceber o quão bonita sou, tenho lá minhas recaídas ?! Tenho sim, choro horrores com elas, mas consigo me recuperar momentos depois. Consigo olhar para as dobras que possuo na barriga e sorrir para as mesmas! Antes eu falava “preciso perder 10 kgs” com uma agonia no peito e mal estar com o meu corpo, hoje eu consigo falar a mesma frase de formar a brincar e me testar. (Muitas pessoas criticam esta minha atitude, já eu quando a faço vejo que a cada dia me torno mais forte).
    Também tenho de recomeçar uma reeducação alimentar, mas não porquê não acho meu corpo bonito e sim, porque preciso mesmo de ganhar peso, do contrário ficarei com anemia!
    Enfim(…) Este texto precisa chegar a mais pessoas para que elas consigam perceber que são bonitas a suas formas e que a “padronização social” tem de ir para o ralo já! 😉
    Adorei o artigo! Bjs! 💜

    1. Não tive anemia nem tão pouco bulimia, mas sei que é bem difícil. Fico feliz por teres finalmente te olhado no espelho e gostar do que vês. Eu levei ainda algum tempo mas agora consigo amar-me do jeitinho que sou. Espero que consigas ganhar peso. Beijinhos ❤️

  4. […] que o que mais me preocupa é a minha saúde. Estou fazendo isto devido a isso. Tal como falei – aqui, devemos perder peso por motivos que não sejam ficar bonita ou ter mais auto-estima. Eu sei, é […]

Deixe uma resposta