Não podemos forçar ninguém a ser o que queremos

Durante tanto tempo eu quase forçava ele a ser tal igual quanto eu queria. Teria de ser inteligente, homem de negócios, trabalhador, amigo, companheiro, e um tanto de outras qualidades, que acabei forçando-o a ser alguém totalmente o oposto. Começou a detestar tudo aquilo que fazíamos, as músicas que colocava no carro, só sabia discutir sobre tudo o que eu me esquecia de dizer ou fazer, desistiu do seu sonho, começou a reclamar do seu trabalho e no fim, apenas estava eu e minha culpa totalmente abraçadas, sem nos mexer.

Eu queria agora emendar tudo o que tinha mudado nele – mas já não me era permitido tal coisa. Não podemos simplesmente moldar as pessoas com as qualidades que gostaríamos de ver em alguém tão próximo de nós. Ele era assim, daquele jeito torto, não era homem de negócios, gostava do trabalho e daquele desporto que eu odiava. Mas era ele. Eu teria de ter aceitado isso antes, né? Contudo, fiz o que queria. Moldei-o de forma errada tornando-o na pior pessoa que, alguma vez pensei em ter na minha frente. E não havia volta a dar.

Ele não queria mudar de novo. Estava farto de mudanças e de mim. Abracei de novo a culpa, contrai-me no banco do carro e deixei que ele descarregasse a raiva no acelerador. A velocidade subia, as curvas traiçoeiras nos chamavam para perto de si, o volante rodava velozmente e por sorte, não nos esbarramos contra nenhuma parede. Quando parou, o seu peito fluía copiando o seu batimento cardíaco e a forma como agarrava o volante mostravam-me claramente o que eu tinha feito ao até então homem, ao meu lado: ele era um monstro agora, totalmente hipócrita, ruim e indestrutível e a próxima vítima seria eu.

Foi aí, nesse mesmo momento que entendi que não podemos forçar ninguém a ser o que queremos que elas sejam porque na maioria das vezes, tornar-se-ão totalmente o oposto.

Share Button
  1. Moldar alguém à nossa imagem – ou às nossas necessidades – é, de facto, um dos maiores erros que podemos cometer. Temos, sim, que aprender a aceitar os outros como são e se, a dado momento, percebermos que não é aquele caminho que queremos seguir, então, de forma honesta, conversa-se e muda-se de rota. Forçar a outra pessoa a mudar a sua maneira de ser e de estar é que não é correto. Além de que poderá ter consequências extremamente desagradáveis. Se pararmos para pensar, não gostaríamos que nos fizessem o mesmo, portanto, porquê fazê-lo nós?
    Gostei do texto <3

    1. Exatamente. Ora aí está. Tentei muitas vezes mudar algumas pessoas ao meu redor, mas em vão. Cada um deve mudar por si mesmo e tal como eu não mudo pelos outros, eles não têm de mudar por mim. Beijinhos

  2. r: Claro que cada pessoa saberá melhor como gerir todo esse processo, mas sinto que guardar tudo traz mais malefícios do que benefícios. Guardar um ou outro objeto, consigo compreender, porque é uma maneira de termos uma recordação física daquela pessoa. Mas manter tudo acaba por impedir que se feche um ciclo.

    Enche-me o coração ler isso!

    A minha inspiração também se adequa mais ao período noturno. Mas sempre preferi acordar cedo, porque acho que o dia rende muito mais. E, assim, tenho tempo à noite para escrever 🙂

    A Leonor tem um sentido musical extraordinário! Na novela nunca ouvi, porque não acompanho, mas rendi-me assim que a lançou. Tudo combina *-*

    Muito, muito obrigada ❣

    Acho que haver esse espaço é mesmo fundamental e até pode fazer com que as pessoas recuperem, digamos assim, mais rápido. Se tivermos sempre alguém a pressionar, o processo torna-se mais lento.
    Fico sem palavras ao ler isso *-*

    1. Exatamente. Mas cada pessoa gere esse tempo da sua maneira.

      Ela tem mesmo uma voz incrível. O acordar cedo até posso acordar e ficar depois até às 4 da manhã novamente acordada, mas torna-se a cada dia mais desgastante infelizmente, mas faz parte. Beijinhos

  3. Ai como te entendo 🙁 ;( ;( Os meus nesta altura ficam um tremenda lástima 🙁
    Boa, boa 😀

    É totalmente verdade… não podemos forçar ninguém a mudar por nós, nem nós devemos mudar por alguém. Em qualquer que seja a relação, o fundamental é existir equilíbrio e aceitação 😀

    NEW YOUTUBE POST | REACTING TO OLD LOOKS 😀
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me 😀

    1. Exatamente. Temos de aceitar as pessoas como elas são e elas a nós. Beijinhos

  4. Como bem dizes no final, não podemos forçar ninguém ser como nós desejaríamos. Há medida que vamos conhecendo a pessoa, vamos sabendo como ela é e só temos que aceitar por mais que não gostemos. Eu confesso que ao início achava que o meu marido tinha um estilo um bocado feio e tentei fazer com que ele se vestisse melhor e até eu é que escolhia (por vezes) a roupa dele para ficar ao meu gosto. Algumas dessas vezes ele ficou chateado comigo e ele tinha razão. Hoje em dia ele mudou, já se veste em condições ahaha, acho que afinal até ajudei mas ao menos ele mudou sozinho sem mim sempre a chatear a cabeça com a roupa. Nós também não gostaríamos de ser pressionadas para mudar 🙂

    1. Eu fiz isso com o meu ex. Porém arrependi-me depois porque ele mudou demasiado e ficou super arrogante comigo. Enfim. Serviu-me de lição. Não devemos querer que as outras pessoas mudem só para que fiquemos felizes com isso. Devemos aceitá-las tal e qual como são, tal como elas fazem connosco. beijinhos

  5. r: Parecendo que não, ter uma rotina dá-nos outro alento. Claro que há momentos em que satura, porque sentimos que é sempre a mesma coisa, mas ao menos temos a nossa vida em movimento. E é também a existência dessa rotina que nos permite dar mais valor a situações extra, digamos assim.

    Beijinho, minha querida <3

    1. Exatamente, daí a necessidade que sinto de voltar a ter novamente uma rotina. Beijinhos

  6. Meeesmo, meu bem e é por ficar leve, que gosto tanto dela. Fica incrível 😀

    Agora fiquei na dúvida.. eu acho que já comentei este post :/

    NEW OUTFIT POST | BASIC BUT NOT SO MUCH. 😀
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me 😀

    1. Mesmo!! E sim, já comentaste este post querido, a cena é que este é o penúltimo post do blog daí estar tudo parado. Beijinhos

  7. Obrigado, meu bem 😛
    ahahah , também porque leio muuuito 😛

    NEW YOUTUBE POST | 5 QUOTES THAT YOU MUST FOLLOW. 😀
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me 😀

  8. r: Muito provavelmente, terei outros – alguns que nem faço ideia -, mas quis abordar de uma forma diferente.
    Infelizmente, há pessoas que arranjarão sempre forma de criticar, tínhamos muito ou pouco peso, por exemplo, e nem sempre conseguiremos ignorar o que nos dizem. Parece que as suas palavras têm uma força controladora, que nos leva exatamente para onde nos querem.
    Se se preocupassem menos em rotular, o mundo seria um lugar melhor!

    Beijinho grande ❤

    1. Infelizmente, rotular é já “automático” para algumas pessoas. Deveríamos saber elogiar mais e criticar menos. O mundo seria melhor assim. Ou pelo menos, parte dele. Beijinhos 😚

  9. Sendo assim tenho a certeza de que vais adorar 😀 Ohn, porque andas demasiado desaparecida… e tenho imensa pena por isso 🙁 🙁 🙁
    Espero que esteja tudo bem <3

    NEW TIPS POST | MY SISTER-IN-LAW IS PREGNANT. WHAT IS NEEDED? 😮
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me 😀

    1. Tentarei estar mais ativa. Prometo. Beijinho grande

  10. És um amooooor! Obrigado, obrigado 😀 Espero mesmo ter dado alguma inspiração a quem esteja a passar por uma das fases mais bonitas da vida :’)
    Confesso que é uma temática que pouco vejo pela blogosfera, daí querer ter feito a rúbrica, também! 😀

    NEW OUTFIT POST | STRIPES ARE MADE FOR USE, ABUSE AND REPEAT 😮
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me 😀

    1. E fizeste muito bem. Não é porque as mulheres ficam grávidas que devem descuidar-se da sua beleza e corpo. Há que ter isso em mente. Beijinhos

  11. Muito obrigado, meu doce 😀
    Vais adorar, mesmo, tê-la. Se gostas de boa cobertura e de acabamento mais acetinado, será a base ideal 😀

    NEW TIPS POST | PRÉ-FALL MAKEUP 😮
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me 😀

    1. Adoro! Tenho mesmo de adquiri-la! Beijinhos 😘

Deixe uma resposta