Day 9: 30 Day Writting Challenge

De dia para dia, os temas abordados por este desafio deixam-me intrigada. Há tanto por dizer e ao mesmo tempo nada. O tema de hoje, por sua vez é palavras de sabedoria que já me disseram.

Foram várias as palavras de sabedoria que já ouvi e ouço. Sou das que falo mais para as pessoas, do que as que as ouve. Gosto principalmente de reconfortar quem me rodeia com a pouca sabedoria que alcancei até então. Vamos aprendendo ao longo da vida e só assim a sabedoria tornar-se-á maior. Visto que o tema baseia-se nisso, porque não trazer-vos uma reflexão recente? Li recentemente por mensagem uma frase sábia e fez-se um click que há muito necessitava, sem o saber que sim.

“Lembra-te sempre que és humana, e não uma máquina que produz e tem rendimento de 100%.”

Sou demasiado apressada e perfeccionista. Tenho tantos defeitos que reconheço e outros tantos por reconhecer. Um deles também é a forma acelerada como vivo e sinto. Não sou uma máquina, disso tenho a certeza, porém na maioria das vezes penso que sim. Se não consigo cumprir o que estava estipulado sinto que falhei. Pode parecer absurdo porém é a verdade. Quem é a mais obcecada por metas? Isso mesmo: eu! Se não as cumpro, desiludo-me. Entristece-me, fico enraivecida e depois autocritico-me. Tudo isto para clarear o facto de que temos mesmo de abrandar, sossegar, descansar e viver mais calmamente. Ser stressada com tudo não é saudável e querer fazer tudo ao mesmo tempo é entrar em colapso muitas vezes.

Ando a massacrar-me para cumprir metas? 

Decerto podia ser mentira. Não é. As metas ou objetivos – como quiserem intitular – devem ser caminhos a atingir, a longo prazo, totalmente o contrário do que faço. E sei perfeitamente que não sou a única. A primeira coisa que deveremos colocar na nossa cabeça casmurra é simplesmente que não somos robôs, nem nada com que se pareça. Ao sermos humanos temos menos rendimento e está tudo bem. Até as máquinas cansam-se e vão perdendo o ritmo ao longo dos anos. Nem sempre trabalham a 100%. Porque haveríamos nós de trabalhar assim?

Não devemos de forma alguma culpar-nos por não conseguirmos chegar ao que queríamos naquele dia. Tens outros tantos dias pela frente. Já viveste hoje? Agradeceste? Fechaste os olhos e descansaste? Do que estás à espera, afinal?!

Por vezes controlamos e planeamos tanto as coisas que quando algo sai do planejamento stressamos. Ou quando algo não é cumprido a culpa cai-nos inteira em cima. Não deve ser assim. Há que aprender a viver sem regras e sem planos restritos. Ser espontâneo é tão importante.

Ninguém irá sofrer se a casa não ficou limpa hoje, se a comida não saiu da maneira que querias, se não conseguiste terminar aquele texto que já rediges há algum tempo. Aceita! Aceita que não és perfeita/o! Aceita que não consegues fazer tudo!

Eu já abri os olhos e aceitei! Acredita: vais ser mais feliz e viverás leve quando aceitares esse facto. 

Share Button
  1. Revi-me imenso neste texto e sem dúvida que fizeste-me abrir um pouco os olhos. Adorei.

    Beijinhos

    1. Que todos abrem os olhos como eu abri. Beijinhos 😉

  2. Concordo totalmente com a frase que deu origem à reflexão! Acho que, de um modo geral, vivemos todos com pressa. E com um enorme sentido de urgência em cumprir certas metas. Para nos orientarmos, é bom termos esses prazos, mas deixa de ser saudável quando passamos a viver em função disso. Até porque entramos em piloto automático e nem sequer desfrutamos do caminho que estamos a construir. Ter objetivos sim, mas temos mesmo que aprender a abrandar.
    Adorei o texto!

    r: Pode ser que agora te cativem 🙂
    Obrigada!

    Beijinho grande

    1. Exato. Temos de apreciar a viagem que fazemos senão não tem piada nenhuma. Infelizmente muitos de nós vivemos em piloto automático todos os dias. Há que descontrair e viver um pouco mais. Beijinhos 😘

  3. Tenho que concordar contigo! Também tenho o defeito de ser perfecionista e nem sempre é bom!
    Beijinho

    1. Pois é. Beijinhos 😘

  4. Estive a devorar os textos deste desafio… Adorei!
    Escrever é uma das melhores formas de exteriorizar o que sentimos. Confesso que tenho adorado escrever…e ajuda-me muito quando na minha cabeça tudo fica baralhado 🙂
    Beijinhos

    1. Awwn que bom! 😍 Fazes bem em escrever. Às vezes desabafamos no papel ou no telemóvel (onde estamos a escrever) e ficamos melhor. Beijinhos 💙

  5. Completamente verdade! É muito fácil esquecermo-nos que somos apenas pessoas e impormos a nós próprios coisas e objetivos que achamos que nos vão fazer felizes mas que depois fazem com que nos esqueçamos que o mais importante é todo o percurso feito até lá! Se tentamos ser compreensivos com os outros, também precisamos de o ser connosco próprios! Ameeei 💖

    joanalino.com

    1. Exatamente! Somos tão exigentes quando o assunto somos nós. Beijinhos 💙

  6. Adorei, adorei, adorei! Depois de ler este post, respirei fundo. Estava mesmo a precisar de ler algo assim para me libertar um pouco da pressão diária do dia-a-dia. Obrigada 🙂 Um beijito!

    1. Que bom! Fico mesmo feliz que te tenhas sentido melhor depois de ler o post. Beijinhos e um bom dia. 😘

  7. Sou exatamente como tu… Tenho mesmo que melhorar :p
    Adorei completamente o post!
    Beijinhos
    Joana
    https://curlyhairandlipsticks.wordpress.com/

    1. Felizmente já pensas em mudar. Já é um grande passo. beijinhos 😘

  8. Revi-me imenso. Sempre pus imensa pressão e expectativas em mim própria. Acabou por correr mal. Embora já esteja melhor continua sempre por haver aquele bichinho de “tens de fazer aquilo o quanto antes!”.

    É um questão de aprendizagem! Tal como dizes saber parar, respirar, e pensar o que é que o teu corpo precisa 🙂

    Um grande beijinho*

    1. Há que ter calma. Nem sempre os dias são produtivos e não podemos culpar-nos por isso. Beijinhos 🙂

  9. E acho que te saiste muito bem no desafio de escrita.
    Gostei:-)

    1. Muito obrigada 😍 Beijinhos

  10. Gostei imenso !
    Temos de passar pelas coisas para podermos abrir os olhos . Experiências de vida é o que nos tornam melhores dia após dia !

    https://mygentlemanside.blogspot.pt

    1. Não podia concordar mais. Beijinhos 😄

  11. Julgava que já tinha comentado este post o.o Agora que estou a revisitar recordo que a tendência do mundo em que vivemos é para mecanizar até o ser humano. No meu trabalho a minha qualidade é avaliada de 0 a 100% 3 vezes por mês e tenho colegas em outros departamentos que chegam a ser avaliados 10 vezes!
    Adoro a tua escrita, Carolina 🙂 beijinhos!

    1. Wow! Pensava que isso não acontecia no mercado de trabalho. 😮 Não deveria ser assim. Muito obrigada ☺️ Beijinhos

  12. Vivemos apressados, mas nem sempre pode ser de outra forma. Temos de aproveitar todos os bocadinhos que temos para relaxar e respirar fundo. Também sabe bem 😊

    1. Exatamente. Por vezes faz-nos um bem danado. Beijinhos 😘

  13. O ser humano anda sempre com pressa e se esqueça até mesmo de sua própria vida.E esquece nas coisas mínimas que nos traz alegria e paz …
    Parabéns pelo texto.

    1. É mesmo! Muito obrigada ☺️

  14. Este texto, é completamente para mim, tudo o que disseste é verdade, e temos que aprender com as experiencias da vida 🙂

    Beijinhos *

    https://liveloveandlaught4.blogspot.com/

    1. Muito obrigada querida! 💙 Beijinhos

  15. Talita Paschoal says: Responder

    Sabes aqueles textos que falam tudo e mais um pouco que se alguém tenta completar pode apenas repetir o que já se foi dito e não acrescentar?! Pois pronto, este é um daqueles textos. (;
    A única coisa que me cabe no fim é dizer que concordo com tudo que cá está escrito, querem nos tornar “máquinas padronizadas para uma única coisa”. A rotina está a massacrar-me, custa-me imenso dizer a mim mesma que não posso seguir assim, mas tem dias que eu não mais aguento e hoje se é um destes dias.
    Felizmente, fez-se luz na minha cabeça ao lher tudo isso cá.
    Beijinhos! 💙

    1. Tens de ter calma. Tudo vai acabar por ir ao “seu sítio” por mais que demore. Qualquer coisa já sabes. Beijinhos 😘

Deixe uma resposta