Às vezes, dizer o óbvio se é necessário

No principio, nem era amizade, era mesmo só negócios, entre nós. Contudo, ela passou mal, eu quis ajudá-la como podia, mas eu estava longe dela e sentia-me impotente por não conseguir fazer nada mais do que tentar confortá-la com as minhas palavras. Ela mudou de assunto naquela noite e eu entendi perfeitamente que, provavelmente, ela chorava do outro lado, mas ainda assim, para mim, ela queria sempre estar presente e passar-me boas energias – pois era isso que fazíamos um para o outro. Eu aconselhei-lhe a deixar aquela vida, a curar-se, a deixar o atual companheiro, que só a tratava mal e desculpava-se com presentes que ela nem precisava. Ao mesmo tempo que queria que ela ficasse bem, eu, indiretamente, aconselhei-lhe algo que eu próprio queria: que ela estivesse “sozinha“, que apenas nutrisse carinho por mim e não por um homem que não fazia-lhe bem há muito tempo.

Meses depois, no verão, apercebi-me que as suas conversas não estavam iguais. Questionava se gostava das minhas últimas peças e apenas podia ler um “Muito bonitas. Parabéns.“, quando na realidade antes ela tinha sempre dicas de qual calçado ficaria bem nas modelos, o cabelo, alguns detalhes das peças que deveriam ser mudados, e do nada tudo isso desapareceu. Eu sabia o que se passava, mas não disse nada. Eu nem era um amigo seu. Não nos tínhamos visto pessoalmente sequer, não sabia como era estar ao seu lado , nem tinha tido a oportunidade de ver o seu sorriso.

Todos os dias, colocava conversa, tentava saber o que se passava, mas sempre em vão. Numa tarde, saí da praia para comprar um gelado e lá estava ela, irreconhecível. O rosto pálido, ossos a aparecer e de óculos de sol, bebendo o café que mais adorava, no seu bar favorito. O telemóvel estava pousando em cima da mesa e o seu olhar estava direcionado ao céu que, calmamente, deixava o sol despedir-se. Sentei-me na cadeira desocupada na sua frente e sorriu-me fracamente quando viu-me.

Conversámos por horas. O bar fechou e tivemos de ir para a praia conversar. Quando questionei pelo seu namorado, descaiu-se e começou a chorar. Eu queria abraçá-la, fazer com que se deitasse sobre o meu ombro e soubesse que estaria ali para suportá-la sempre. Mas não o fiz. Ao contrário do que pensava, foi ela que pediu-me um abraço. Estava envergonhada e era perceptível pelas suas maçãs rosadas, porém ainda assim uniu os nossos corpos. O tempo parou naquele instante. Estava a ser seu amigo, mas seria isso suficiente?

Tirei essa ideia da mente. Vi-a desaparecer na estrada, de rumo a casa, e caminhei para a minha, com o coração apertado. Porque não tinha-lhe dito o que sentia? Há muito que admirava a sua forma de viver, que desejava conhecê-la, ainda que agora ela estivesse muito mal tanto psicologicamente como fisicamente, mas ainda assim, eu podia ajudá-la, podia amá-la. Bastava ela querer e eu iria correndo.

O dia tardou. Pensei que não chegaria nunca. Contudo, estive sempre do seu lado, apoiei-a sempre em tudo o que fazia e sempre tentava fazer-lhe feliz. E só no dia em que contei-lhe uma mentira, dizendo que tinha uma namorada, ela descaiu-se e contou-me que nutria amor por mim. Sentia-me sortudo, apesar de ter levado o maior raspanete de sempre, mas não importava. Conseguiria dar a volta por cima, porque afinal ela já poderia estar do meu lado. E assim continuou.

Agora, só arrependo-me de não ter-lhe dito mais cedo que a amava. 

 

Share Button
  1. Acredito que tudo acontece no momento que tem que acontecer. Naturalmente, quando são coisas boas, ficamos sempre com a sensação de que seria melhor se tivessem acontecido mais cedo. No entanto, a predisposição poderia não ser a mesma, o que levaria a um caminho diferente.
    É bom quando existem pessoas que não insistem, que sabem esperar e que, pelo meio, são o conforto que estávamos a precisar.

    Gostei imenso, minha querida!

    r: É raro comprar, até porque são artigos mais caros e acabo por investir o dinheiro em coisas mais prioritárias, mas até gostava de comprar aquela 🙂

    Beijinhos <3

    1. Exato. Temos sempre essa percepção. Tudo no seu tempo – é a frase que mais tenho dito, ultimamente (risos).

      São artigos um pouco caros mesmo, mas se gostas mesmo,… Beijinhos 💙

  2. Carolina Oliveira says: Responder

    Á conversa com…. o amor! Um abracinho.

    1. Exato! 😍 Beijinhos 💙

  3. Lindo as vezes ė preciso levar umas patada para sabermos dar valor às pessoas. Gostei muito. 😊

    1. Exatamente. Beijinhos 😘

  4. Opaaa! Obrigado meu bem 😀 Não só pelo comentário mas por tudo… por estares lá sempre. <3 O blog tem coisas boas e uma delas é encontrar pessoas incríveis!

    O texto está um máximo e devorei do início ao fim!!! Sem dúvida alguma que dizer o que se sente é fundamental. Não se devem esperar por datas ou momentos específicos. É importante que se diga sempre porque, pior do que isso, é sofrer por não se ter tentado!

    NEW WISHLIST POST | OMG!!! MY BIRTHDAY IS ALMOST HERE :O
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me 😀

    1. Awwn! 💙💙 não tens de agradecer meu querido!

      Exato! Se não tentarmos nunca saberemos. Beijinhos 😘😘

  5. Hoje em dia temos todo o orgulho muito elevado e às vezes nem é orgulho é receio ou até mesmo uma certa vergonha …

    Mas está mais que provado… Temos e devemos sempre seguir e dizer aquilo que sentimos.

    Muito bom texto, continua Carolina.

    https://mygentlemanside.blogspot.pt

    1. Exatamente. Obrigada! 😍

  6. Texto poderoso e que reflete bem o nosso quotidiano.
    Gostei muito

    1. Muito obrigada 😅

  7. Paula Alexandra says: Responder

    Gostei muito é preciso coragem , grata pela mensagem 🌾

    1. Pois é. Beijinhos 😘

  8. Eu nem tenho palavras, adoro como expões as coisas e nos cativas com a escrita Carolina 🙂
    O orgulho, o medo e a insegurança são os piores inimigos de uma felicidade de amor. Que nunca tenhamos medo de dizer o que o coração sente e a alma precisa, vale sempre a pena

    Um beijinho,
    piquimads

    goasfar-asyoucan.blogspot.pt

    1. Awwn muito obrigada minha querida! Não devíamos ter medo, mas às vezes ele fala mais alto. Beijinhos 😘

Deixe uma resposta